INCLUD-ED

O INCLUD-ED é um projeto de investigação coordenado pela CREA – Community of Research in Excellence for All da Universidade de Barcelona que visa a promoção do sucesso educativo.
Com base em evidências científicas, afirma que todos têm o direito de desfrutar de oportunidades iguais, aprender o máximo e obter os melhores resultados.
Desde o ano letivo 2020/21, o AESCT, passou a integrar a rede de escolas INCLUD-ED espalhada pelo mundo.

Comunidade de Aprendizagem

Este projeto propõe a transformação da Escola numa Comunidade de Aprendizagem.
Essa transformação inclui todos aqueles que, de forma direta ou indireta, influenciam na aprendizagem e no desenvolvimento dos alunos, entre eles professores, familiares, assistentes operacionais, amigos, etc..
O foco central desta transformação está na perspetiva dialógica da aprendizagem, na qual todos participam e interagem de forma igualitária, respeitando a inteligência cultural de cada um, criando sentido para a aprendizagem e fomentando relações mais solidárias.

Fases de Transformação

A transformação da Escola em Comunidade de aprendizagem obedece a várias fases:
1- Sensibilização: Formação inicial sobre a aprendizagem e a educação de toda a comunidade envolvida.
2- Tomada de decisão: A comunidade educativa decide iniciar (ou não) o processo de transformação.
3- Sonho: Toda a comunidade educativa idealiza a escola que deseja.
4- Seleção de prioridades: Tomada de decisões em que são selecionadas as prioridades em função do contexto, a importância, e as possibilidades.
5- Planeamento: É o momento de transformar o sonho em realidade. São formadas comissões mistas de trabalho, que tornarão possível o que a comunidade idealizou, através das Ações Educativas de Sucesso.

Ações Educativas de Sucesso

As Comunidades de Aprendizagem têm por base a implementação de um conjunto de Ações Educativas de Sucesso (AES):

  • Grupos interativos: São uma forma de organização da sala de aula em grupos heterogéneos, com um adulto voluntário em cada grupo;
  • Tertúlias Literárias Dialógicas: São uma atividade de leitura e co-construção de significado baseada na literatura clássica universal;
  • Formação de Familiares: Significa abrir a escola às famílias para melhorar a sua educação instrumental;
  • Participação Educativa da Comunidade: É uma forma de participação em que as famílias e outros agentes da comunidade se tornam parte das atividades de aprendizagem e contribuem para a tomada de decisões;
  • Modelo Dialógico de Prevenção e Resolução de Conflitos: É um modelo que supera o modelo disciplinar e o mediador, através do diálogo e da participação de toda a comunidade;
  • Formação Pedagógica Dialógica de Professores: Trata-se de ir diretamente à fonte, à comunidade científica internacional e construir conhecimento em conjunto sobre as melhores teorias educativas.

As AES têm origem na escola, mas visam sempre a articulação com as famílias e a integração de toda a comunidade.
Possuem uma característica muito interessante: independentemente do contexto em que sejam implementadas, têm a mais-valia de serem transferíveis para qualquer escola ou comunidade.

Plataforma das Comunidades de Aprendizagem em Portugal.