Concurso Nacional de Leitura – Fase Intermunicipal

2022/23

A Fase Intermunicipal da 16.ª Edição do Concurso Nacional de Leitura, correspondente à Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões, foi acolhida por Penalva do Castelo, a 18 de abril de 2023. As provas escritas foram realizadas na Biblioteca Municipal durante a manhã. O almoço e as provas de palco decorreram na Quinta da Ínsua.

Os alunos vencedores na fase concelhia de toda a CIM Viseu Dão Lafões, cerca de 140 participantes, realizaram as provas escritas sobre as obras selecionadas: para o secundário “O Rapaz que Prendeu o Vento” de William Kamkwamba e Bryan Mealer; para o 3.º ciclo “O Gato que Salvava Livros” de Sosuke Natsukawa; para o 2.º ciclo “História de um caracol que descobriu a importância da lentidão” de Luís Sepúlveda; e para o 1.º ciclo “Um Grão de Café” de Olinda Beja.

A tarde foi preenchida com os discursos, com histórias, momentos musicais e com as provas de palco – declamação de poemas e argumentação. Estas foram avaliadas pelo júri constituído por Francisco Carvalho, presidente do Município de Penalva do Castelo, e pelas escritoras Teresa Adão e Olinda Beja.

A representar o concelho de São Pedro do Sul, estiveram três alunos do Agrupamento de Escolas de Santa Cruz da Trapa: Ana Sofia Soares e Duarte Oliveira Neves, do 1.º Ciclo, e Diogo Oliveira Bastos, do 3. º Ciclo.

Ficam os parabéns a todos os alunos pelo seu desempenho e aos organizadores pelo acolhimento e pela experiência enriquecedora que proporcionaram!

Texto da autoria dos alunos participantes Duarte e Sofia (4.º D)

No dia 18 de abril realizaram-se as provas do Concurso Nacional de Leitura em Penalva do Castelo. Vieram connosco concorrer, catorze concelhos. Chegámos à Biblioteca Municipal de Penalva do Castelo, mostrámos o nosso cartão de cidadão e recebemos um saco com um caderno; com caneta, um convite, um certificado e um mapa. Recebemos também um identificador com o nosso nome, a escola, o ciclo de ensino e o número. Na biblioteca, antes da prova, ofereceram-nos um lanchinho para a manhã. Depois de realizarmos o teste, visitámos a Quinta da Ínsua, onde almoçámos muito bem e no fim explorámos o belo jardim da casa. Apreciámos lugares mágicos: a floresta encantada; um lago com um grande cisne branco; campos de flores; um labirinto.

No final da visita, lanchámos e fomos saber os resultados da prova. Quando o concurso acabou, saboreámos um grande bolo e houve um sorteio. Divertimo-nos à grande e viemos embora muito satisfeitos.