Green Cork

Ano Internacional do Vidro

A Assembleia-Geral da ONU declarou 2022 como o Ano Internacional do Vidro por:

  1. Reconhecer que o vidro acompanhou a humanidade durante séculos, enriquecendo a qualidade de vida de milhões de pessoas, e que, como um dos materiais mais importantes, versáteis e transformadores da história, o vidro é um elemento importante em muitas áreas, como aeroespacial e automóvel, arquitetura, artes, tecnologia da informação e comunicações, energia, saúde, trabalho de laboratório, ótica e embalagem e armazenamento;
  2. Considerar as oportunidades que o vidro, tecnologias relacionadas com o vidro e o avanço das inovações neste campo podem oferecer em aplicações modernas, como as relacionadas com painéis de visualização e vidro ultrafino para sensores, cabos de fibra ótica, equipamentos de laboratório, lentes óticas e microscópios, equipamentos médicos, uso farmacêutico, vidro fotovoltaico, plásticos reforçados e isolamento;
  3. Reconhecer que, embora a sua produção seja uma atividade de alto consumo energia com um grande impacto ambiental histórico e persistente, o vidro pode servir como uma alternativa aos plásticos e outros materiais, e tem potencial para contribuir para a implementação de diretrizes sustentáveis de produção e consumo;
  4. Considerar o progresso feito na fabricação de vidro para reduzir o consumo de energia, emissões atmosféricas e outros impactos ambientais, e as possibilidades de promoção da sustentabilidade na indústria do vidro, fomentando a eficiência na sua produção, promovendo o uso sustentável dos recursos naturais, como areia, e caminhe para o uso de energia renovável;
  5. Ser importante promover práticas sustentáveis de consumo, de reutilização e reciclagem do vidro e outras práticas associadas;
  6. Considerar que o Ano Internacional do Vidro, 2022, marcará a transcendência tecnológica, científica, económica, ambiental, histórica e artística do vidro nas nossas sociedades, destacando o grande leque de possibilidades oferecidas pelo desenvolvimento de tecnologias e a contribuição que podem fazer para superar os desafios do desenvolvimento sustentável e sociedades inclusivas, alcançar a recuperação económica global e sua ligação à tecnologia, história, sociedade e arte através de programas educacionais e exposições em museus;
  7. Considerar também que a celebração do Ano Internacional do Vidro em 2022 oferece a oportunidade de fomentar a contribuição da comunidade científica e tecnológica para o desenvolvimento sustentável e a promoção do empoderamento, participação e contribuições de mulheres e meninas por meio da educação, em ciência, tecnologia e inovação;
  8. Acolher a possibilidade de que o Ano Internacional do Vidro, 2022, facilita o intercâmbio de melhores práticas e a criação de alianças entre as principais partes interessadas para ajudar os países em desenvolvimento a alcançar a sustentabilidade na indústria do vidro, criando empregos e melhorando meios de subsistência e para ajudar a descobrir oportunidades de investimento prioritárias, necessidades de capacitação e mecanismos de transferência tecnológica equitativa,
  9. Observar o apoio fornecido pela Comissão Internacional do Vidro, a Comunidade de Associações de Vidro e o Comité Internacional de Museus e Coleções de Vidro para promover o Ano Internacional do Vidro, 2022, angariando mais de 1.300 adesões do setor em 78 países.

O projeto Green Cork é um projeto de recolha de rolhas de cortiça usadas para reciclagem. Tem por objetivos principais recolher rolhas e financiar a plantação de árvores autóctones através do projeto Floreta Comum. Através da reciclagem de um produto natural sustentável, a cortiça extraída dos sobreiros contribui para proteger a biodiversidade e reduzir a emissão de gases com efeito de estufa, diminuindo o efeito das alterações climáticas. Também se valoriza a indústria do montado de sobro uma indústria que se baseia num ecossistema com enormes vantagens ambientais e que é um suporte essencial à biodiversidade e aos ciclos da água e do clima, além de contribuir para a redução de CO2 na atmosfera devido à sua capacidade de retenção.

Nas últimas décadas a cortiça tem vindo acompanhar o vidro no desenvolvimento científico e tecnológico da sociedade, e algumas vezes em cooperação com o vidro, conferindo uma maior sustentabilidade inerente aos seus modelos de exploração quer os de caracter tradicional quer os inovadores.

Uma das iniciativas do projeto Green Cork é o Programa Green Cork Escolas que visa sensibilizar, educar e animar os participantes nas campanhas de recolha de rolhas para a importância da sustentabilidade do planeta, com a reciclagem, a proteção do ambiente, a conservação da natureza, combate e adaptação às alterações climáticas. O programa conta com a participação de Jardins de Infância, IPSS, Escolas e Agrupamentos de Escolas, e Grupos e Agrupamentos de Escuteiros do CNE e do FNA de todo o país.

Fonte: https://www.greencork.org/escolas/tema-e-atividades-do-ano-letivo-atual/

Ajude-nos nesta missão, tornar a nossa escola mais sustentável!

Parlamento dos Jovens 2021/2022

O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República, dirigida aos jovens dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do ensino secundário.

Objetivos do programa:
-Educar para a cidadania estimulando o gosto pela participação cívica e política;
-Dar a conhecer a Assembleia da República e as regras do debate parlamentar;
-Promover o debate no respeito pela diversidade de opiniões;
-Incentivar a reflexão e o debate sobre um tema, definido anualmente;
-Estimular as capacidades de argumentação das ideias, com respeito pelos valores da tolerância e da maioria;

Tema do Ensino Básico:

Coordenador do Projeto:
Educador Social – Dário Gomes

Professores Responsáveis:
Prof.ª Ana Cruz
Prof.ª Celeste Morgado
Prof.ª Marina Mendonça 

Sítio do Projeto: http://www.jovens.parlamento.pt/

Participação no Projeto Green Cork Escolas 2020/2021

No ano letivo anterior assumimos o compromisso de tornar a nossa escola mais amiga do ambiente, o esforço de todos os envolvidos permitiu a recolha de 9 kg de rolhas de cortiça.

Este ano teremos mais novidades e renovamos a nossa vontade em continuar a trabalhar em prol de uma escola mais ecológica e sustentável.

“Juntos criamos uma escola melhor para todos.”

Sítio do projeto

Campanha de Recolha de Alimentos

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Alimentação, que se celebra no dia 16 de outubro com o intuito de alertar as populações para as questões da fome, pobreza e desnutrição no mundo, o AESCT está a organizar uma Campanha de Recolha de Alimentos, entre os dias 18 e 30 de outubro.

Os bens alimentares recolhidos serão doados ao Grupo de Amigas Voluntárias de São Pedro do Sul e pretendem beneficiar famílias do nosso concelho.

Caso queira apoiar, os alimentos deverão ser entregues na escola do seu filho/a.

Pedimos ainda que, caso conheça alguma família do agrupamento em situação de dificuldade envie um email para dariogomes@aesct.pt.

Participe, envolva o seu educando/a e divulgue a nossa iniciativa. 

“Juntos construímos uma escola melhor para todos.”

Projeto “Escola Alerta”

O “Escola Alerta” é um projeto do Instituto Nacional para a Reabilitação que visa sensibilizar e mobilizar a comunidade para a igualdade de oportunidades e para os direitos humanos, em especial, os direitos das pessoas com deficiência, promovendo atividades que contribuam para a construção de uma sociedade mais ativa e inclusiva.

Desta forma, o Agrupamento de Escolas de Santa Cruz da Trapa, irá participar uma vez mais na edição deste ano, acreditando que através deste projeto, os alunos irão dar o seu “pequeno” contributo para a construção de uma sociedade mais justa e inclusiva, tendo por base, o sentido de democracia, o respeito pela diversidade e a defesa dos direitos humanos de todas as pessoas.

Com este projeto, pretendemos trabalhar com toda a comunidade educativa (alunos, professores, funcionários, pais e encarregados de educação e a sociedade civil), porque o caminho da inclusão só é possível, se todos os agentes da sociedade estiverem alinhados no mesmo propósito.

Caminha connosco nesta aventura pela inclusão e acompanha tudo o que iremos fazer ao longo do ano.

Os responsáveis por esta missão serão os/as alunos/as do 5.º A e 9.º B, sob a orientação do Educador Social, Dário Gomes e das Diretoras de Turma, Carla Almeida e Carla Paiva.

Coordenador: 
Educador Social – Dário Gomes 


Professores Responsáveis: 
Prof.ª Ana Cabral
Prof.ª Carla Almeida 
Prof.ª Carla Paiva
Prof. Mário Nogueira

Academia Digital Para Pais – 2.ª Edição

Informa-se os Pais e Encarregados de Educação que, pelo segundo ano consecutivo, vamos dar continuidade ao projeto Academia Digital para Pais com o objetivo de promover e desenvolver competências digitais básicas. 
Caso queira obter mais informações  e/ou inscrever-se deverá contactar o Educador Social através do email: dariogomes@aesct.pt

O que é?

“Juntos criamos uma escola melhor para todos!”