Dia do Não Fumador

No dia 17 de novembro celebrou-se, na EBI de Santa Cruz da Trapa, o Dia do Não Fumador, uma comemoração que tem como objetivos celebrar a saúde e felicitar todos os que decidiram não fumar, sensibilizar a comunidade para os fatores de risco associados ao tabagismo e estender um convite de mudança aos que fumam.

A docente Ana Paulo, de Educação Visual, em estreita colaboração com professores de outras disciplinas e com o PES, promoveu a elaboração, por parte dos alunos do 3.º ciclo (principalmente do 8.º ano de escolaridade), de uma série de trabalhos, desde cartazes até esculturas, passando por folhetos desdobráveis, trabalhos esses que foram expostos no átrio da escola e tiveram grande impacto nas sensibilidades dos que por lá passaram.

Numa aula de Ciências Naturais das turmas do 9.º ano, o docente realizou uma palestra alusiva aos efeitos nocivos do tabagismo, que incluiu o visionamento da curta-metragem “Opte por Amar Mais”, a qual fez parte de uma campanha promovida pela Direção Geral da Saúde e pelo Serviço Nacional de Saúde.

Ninguém ficou indiferente com a importância desta questão e muitos sentiram-se mesmo motivados a alertar as pessoas do nosso meio para os malefícios dos hábitos tabágicos, estando, desde já, a promover a saúde individual e comunitária nestas freguesias de São Pedro do Sul! É caso para dizer: Estamos convosco!

Gala de Atribuição de Diplomas

Agrupamento de Escolas de Santa Cruz da Trapa assinalou o Dia Internacional dos Estudantes com a entrega dos Diplomas de Mérito e Excelência.

O Agrupamento de Escolas de Santa Cruz da Trapa (AESCT) voltou a organizar, no dia 17 de novembro (Dia Internacional dos Estudantes), a cerimónia de entrega dos diplomas de Excelência, Mérito e Desempenho e Participação relevantes, iniciativa que pretende homenagear os alunos que, anualmente, mais se distinguem através dos seus resultados académicos ou de iniciativas relevantes para a vida escolar.

Em simultâneo, foi entregue ao 6.º A o prémio referente ao concurso da Turma do Ano, o qual pretende agraciar a turma que no ano transato se destacou pelo respeito e pelo cumprimento das regras e normas dentro e fora da sala de aula, valorizando assim o desenvolvimento de valores como a consciência coletiva e a responsabilização mútua.

Ao todo, foram distinguidos 76 alunos cujos resultados, no final do ano letivo passado, permitiram a entrada no Quadro de Mérito – 13 no 1.º ciclo; 20 no 2.º ciclo e 43 no 3.º ciclo. Para aceder ao diploma de Excelência os 10 alunos tiveram que obter nível cinco a todas as disciplinas, ou menção qualitativa de “muito bom” no 4.º ano; por seu lado, os 47 diplomas de Mérito foram atribuídos aos alunos que apresentaram níveis iguais ou superiores a quatro a todas as disciplinas de frequência obrigatória, ou menção qualitativa de “bom” no 4.º ano; aos 14 alunos que apresentaram competências e atitudes, nomeadamente na participação nas atividades de enriquecimento curricular e projetos do agrupamento, exemplares e dignas de mérito, foi-lhes atribuído o diploma de Participação Relevante; finalmente, os 5 diplomas de Desempenho Relevante foram entregues a alunos que apresentaram atitudes exemplares de superação das suas dificuldades e não registaram quaisquer níveis inferiores a três.

Por norma, a entrega dos mencionados diplomas decorre durante uma cerimónia que reúne anualmente convidados, entre alunos, famílias e professores, constituindo um ponto alto de reconhecimento da qualidade do trabalho desenvolvido pela comunidade escolar ao longo do ano. No entanto, no presente ano letivo, devido às restrições impostas pela pandemia, a entrega dos diplomas foi feita numa cerimónia privada, de forma parcelar em horários diferenciados, consoante os níveis de ensino, e divulgada em vídeo através das redes sociais. Deste modo, além dos alunos agraciados e dos respetivos diretores de turma, a cerimónia contou apenas com a participação da vereadora da Educação da Câmara Municipal de São Pedro do Sul, prof.ª Teresa Sobrinho, da Presidente da Associação de Pais, enfermeira Rosa Gomes, da Presidente do Conselho Geral, prof.ª Isabel Cardoso, e do Diretor do Agrupamento, António Martins, e dos restantes elementos da Direção.

Numa cerimónia singela, mas imbuída de muita emoção, de relevar a participação dos alunos da disciplina de Expressão e Comunicação que, através da declamação dramatizada de diversos trechos poéticos, conseguiram dar um brilho especial a este momento de congratulação e de júbilo de toda a comunidade educativa.

Monumentos Históricos

No dia de S. Martinho, os alunos da EB1 de Manhouce visitaram as mamoas do Juncal, a ponte romana e o troço de estrada romana na Barreira.

Visitaram-se estes monumentos da freguesia no âmbito do projeto DICA, que tem como objetivo principal o desenvolvimento de processos criativos em contexto escolar que promovam o pensamento crítico e criativo, o conhecimento, a valorização pelas aprendizagens interdisciplinares e a troca de experiências entre alunos.

Através da pesquisa na internet e em livros do professor, aprendemos muito sobre a História da nossa freguesia.

Alunos da EB1 de Manhouce

Eco-Escolas

A auditoria ambiental de qualidade do Programa Eco-Escolas serviu de mote para a realização de um filme.

Teatro-debate “#Desordem”

No dia 12 de novembro, as turmas do 8.º A e 8.º B, assistiram e participaram na apresentação da sessão de Teatro-debate da peça “#Desordem”, no âmbito da candidatura ao Programa Cuida-te+, promovido pelo IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P., que pretende trabalhar junto dos jovens a Educação para a Saúde.

A sessão de Teatro-debate “#Desordem” abordou a temática da Saúde Mental, uma temática muito importante e que não deve ser esquecida, convidando os alunos a refletirem e a participarem com a sua opinião sobre o que sentiram, e ainda a envolverem-se e dando sugestões para as situações apresentadas.

Esta sessão foi representada e apresentada pelo grupo de Teatro Baal17.

A sessão decorreu com toda segurança para participantes.

Agradecemos à Dra. Teresa Teixeira do IPDJ de Viseu a sua presença, bem como ao Grupo de Teatro Baal 17.

Dia de São Martinho (JI SCT)

No dia 11 de novembro, as crianças do Jardim de Infância de Santa Cruz da Trapa, realizaram o Magusto tradicional, com o apoio das educadoras e assistentes operacionais. Assaram castanhas, cantaram, dançaram e saltaram. No fim comeram as castanhas e beberam leite.

Foi um dia muito divertido, especial e importante, porque aprenderam a partilhar e a reforçar laços de amizade.

São Martinho em Carvalhais

Esta ano, esta atividade, apesar de diferente dos anos anteriores, revelou-se bastante positiva, pois conseguiu-se aliar a aprendizagem à criatividade num momento de boa disposição e diversão. Os alunos mostraram-se muito participativos e ativamente envolvidos.

Diferenciar as experiências, são sempre estratégias educativas potenciadoras de um enriquecimento cultural e de partilha de saberes. No dia-a-dia das nossas crianças/alunos, as tradições desempenham um papel importantíssimo no processo de socialização e formação da sua identidade cultural, que virão a ser a base para o desenvolvimento do cidadão responsável, quando adulto.

Magusto Escolar (Manhouce)

Os alunos do JI e da EB1 de Manhouce aproveitaram o Verão de S. Martino para realizarem o magusto.

Juntamo-nos no recreio da escola à volta da mesa a descascar as rainhas da festa, as castanhas quentinhas e boas, e lá fomos comendo e falando desta tradição tão antiga.

Obrigado às Assistentes Operacionais por assarem tão bem as castanhas. Estavam deliciosas!

Professor da EB1 de Manhouce: Paulo Fernandes